HORIZONTE PERDIDO

Sem querer olho pela janela do meu apartamento e, com tristeza, vejo meu horizonte diminuindo, quase sumindo, tenho saudade de admirar o cair da tarde olhando para o Parque Ezechias Heringer (Parque do Guará), então, meus olhos ficam marejados.
Fica difícil acreditar que a população continue nessa pasmaceira, alheios a tal situação, sem se ligar muito para a sobrevivência do nosso parque. É difícil imaginar tanta alienação por parte da população do Guará.
Será que precisa que o nosso parque caia nas mãos de inescrupulosos especuladores imobiliários, esses que só se onde importam com o lucro crescente e imediato e pouco se importam com o que nos aguarda no futuro?
A grande verdade é que a preservação do parque passa pela manutenção da nossa já combalida qualidade de vida, quiça nossa sobrevivência, lutar por ele é uma questão de honra para o Guará.
Com essa boataria que corre pela cidade, com o GDF sempre protelando, pois sai governo entra governo e não vemos uma ação enérgica para a definitiva implantação do parque, retirando os que ainda teimam em fincar raízes numa área de preservação ambiental, berço de mananciais, flora abundante, uma beleza que só a natureza com a sua força pode nos proporcionar.
Muitos dos nossos parlamentares já moraram por essas bandas, hoje moram em outras localidades e só andam no Guará em época de eleições: visitam a feira em final de semana esperando ser reconhecido por algum puxa saco ou cabo eleitoral enrustido, talvez para participar de algum evento que dê Ibope.
Até agora não vi uma manifestação em favor da preservação do parque por parte de nenhum deles, talvez mais importante do que a defesa do parque seja a manutenção do curral eleitoral.
Pena que a famigerada especulação imobiliária continua jogando a vontade do povo para escanteio, dando uma rasteira no bom senso e no futuro dessa linda cidade, amada por muitos, mas cobiçada muito mais.
O Guaraense tem que se mobilizar, mostrar que tem força e exigir de volta o que é nosso. Nada de pedir favor, apenas exigir o que é de direito.
Acorda Guará!!!

SHARE