sábado, maio 8, 2021
No menu items!

Umas e outras | José Gurgel

QUANDO O CARNAVAL CHEGAR

Lá no Porcão bebendo uma gelada, ouvindo de vez em quando os grunhidos do Galak quando passa por nossa mesa, mas o papo estava animado e resolvemos ignorar o cabra. O Caixa Preta estava com uma ideia meio maluca que queria pôr em prática, mas precisava que eu desse o aval, lá vem bomba, pensei comigo mesmo. O maluco disse que queria que o governador reconhecesse o nosso amado Porcão como Patrimônio Imaterial do Guará. Para isso precisava que eu colaborasse redigindo o pedido. Não acreditei na ideia de jerico que ele estava propondo, mas ele me jurou que já havia um precedente, pois um Distrital já tinha feito um pedido no mesmo sentido só que em relação à Feira do Guará. Calmamente expliquei pra ele que não seria possível, depois de tentar argumentar, desistiu da ideia, mas segundo ele parecia uma boa solução, demos umas boas risadas com a coisa e passamos logo a falar sobre o que se passava aqui no Guará. Depois de passadas as comemorações natalinas, O ano novo parece que está paradão, mas deve ter algo em movimento, estamos de olho nos acontecimentos. Parece até que estamos num museu de grandes novidades, como dizia Cazuza, o que vemos por...

SUJEIRA CONTINUADA

Sentados lá no Porcão ouvindo pela milionésima vez Caneta Azul que o Galak gosta de ouvir com o volume que dá pra ouvir em Águas Claras, senti que o cabra estava meio invocado. O Caixa Preta é um gozador nato, nada passa batido, muito irritado resolveu falar do ataque dos americanos aos iranianos que culminou com a morte do tal general iraniano, resultado, a gasolina subiu que ninguém aguenta. Já pensou se eles matam Zeca Pagodinho, nós que gostamos de cerveja, aquele suco de cevada e puro malte estamos lascados. Sempre que o encontro, sei que vou ouvir casos que costumam acontecer por aqui, sempre me diverte muito e claro, passo para minhas crônicas imediatamente. Dessa vez tive que concordar com o mal humor dele, o assunto pra não esquecer eram os donos de cachorros que adoram passear pelas calçadas do Guará, mas sempre esquecem o saquinho pra recolher os presentes de grego que vão deixando nos gramados e no meio das calçadas, que acabam com o humor de muita gente ao pisar nos tais presentes. Reclamações chegam para nós aos montes sobre o comportamento nada civilizado da cachorrada local e seus donos, isso que vai desde o minúsculo Chihuahua até o imenso São...

DE VOLTA AO BATENTE

Depois das festas de final de ano e do recesso, estamos de volta com as baterias recarregadas com muita cerveja, comida, festas, reuniões em família. Tentei ler um bom livro, mas acabei desistindo pois tinha muita coisa escrita, tem gente por aí dizendo que livro com muita coisa escrita deve ser evitado sob pena de ficar um pouco mais culto ou passar a entender as coisas. Do nada apareceu o Caixa Preta já gritando, querendo dar uma chegada lá no Porcão para colocar o papo em dia, principalmente o que está rolando aqui no Guará, onde a guerra já começou antes até que no Oriente Médio, basta dar uma olhada nos grupos de WhatsApp, é tiro pra todo lado. O velho Caixa tirando um sarro disse que imaginava essa turma numa guerra de verdade, onde de cara a maioria iria todo dia telefonar pra casa dizendo que o sargento era bruto demais e só falava com a tropa aos gritos. Reclamariam com certeza da comida do rancho pois são intolerantes à Lactose, Glúten sem contar com os veganos e vegetarianos, que fazem biquinho quando ouvem falar que algum ser humano adora churrasco, com carne pingando gordura e sangue. Onde já se viu pagar apoio...

ACORDA DF

Ao ouvir falar dos delírios desse deslumbrado governador, que adora dar uns rolê mundo afora, acompanhando time de futebol, como se as coisas aqui no DF já estivessem resolvidas e tudo estivesse muito bem encaminhado. Ledo engano, depois de torrar uma grana na tal maior árvore de Natal da América do Sul, até agora é desconhecido o impacto que esse absurdo teve ou terá na vida do brasiliense, continuamos esperando por mudanças realmente palpáveis. Não está dando mais pra esperar as mudanças prometidas. Nos diversos setores, o que se vê é falta de prioridades e perspectivas, que está levando o DF a beira de um colapso que pode demorar muito tempo para se recuperar, se esse cenário se confirmar no meio de todo esse faz de conta. Agora estão anunciando que vão torrar nada mais nada menos que a bagatela de 80 milhões para a construção de um Museu da Bíblia como se isso fosse prioridade. Temos problemas em todas as áreas desde saúde até mobilidade urbana, empresas fechando portas, mais de quinhentas só nesse ano, acrescido de uma multidão de 450 mil desempregados. Isso parece não preocupar esse governo, que patina e não sai do lugar, sempre mentindo, prometendo mundos e fundos,...

AGRADECENDO O QUE ?

Depois de algum tempo, quando pensava-se que já tinham caído no esquecimento, agora volta com força total a colocação daquelas famigeradas faixas de agradecimento que os “mãos macias”(puxa sacos) auxiliares de políticos da cidade espalham por aí, pois qualquer obra que aparece na cidade correm e colocam uma faixa. - Quero ver se a mulher de algum deles aparecer grávida ele vai colocar uma faixa de agradecimento, diz o velho e indignado Caixa. Por conta disso o Caixa Preta está quase enfartando de tanta raiva por causa dos desmandos que por essas bandas estão ocorrendo, parecendo até que com respaldo de quem deveria coibir, ressuscitando a velha política pode tudo. Vale salientar que muita coisa está sendo bancada pelo GDF sem que precise que deputado A ou B tenha qualquer interferência, pois fazem parte de programas do governo para as diversas cidades. Na semana que passou, o alvoroço era o nome do Centro de Educação Profissional Articulado do Guará – CEPAG que um grupo resolveu adotar e mudar o nome para homenagear uma antiga professora, contrariando o nome imposto pelo Ministério da Educação, pois trata-se de uma obra construída com verba federal e participação do GDF. Fizeram até uma Audiência Pública lá na CLDF,...

REALOCAÇÕES INDECOROSAS

Conversando com o Caixa Preta lá no Porcão enquanto a cerveja não chegava a nossa mesa, pois o Galak pra deixar o velho Caixa nervoso demora de propósito. O meu amigo até que estava de boa quando começou a me falar daquele pessoal que em finais de semana, estaciona lá no ParkShopping pega o metrô e vem almoçar na Feira do Guará, depois de encher o bucho, pega um palito põe na boca e volta pro shopping. Assim que avista um conhecido faz questão de dizer que estava almoçando no Madero, só pra tirar uma de bacana. Mas o assunto nosso era a construção de um quiosque ao lado da banca de revistas, ali na QI-07 do Guará I que atrapalha totalmente a visão de quem sai ou entra no estacionamento, criando um verdadeiro abrigo de vagabundos, onde muita coisa pode rolar, inclusive assaltos ou assédio, que hoje parece estar na moda. Tenho que concordar com o cabra, que quem dá a tal autorização para remanejamento de quiosques, ou não conhece o local ou está querendo quebrar o galho de algum chegado. A coisa está meio estranha, pois em 2015 tentaram construir naquele local, mas foi devidamente demolido pois era proibido construção naquele ponto....

MISERÊ

Meu Deus, que país é esse em que vivemos? Custo a acreditar no que está acontecendo, um pobre procurador de Justiça de Minas Gerais clama aos quatro ventos a injustiça por qual está passando e sofrendo, com um salário miserê de apenas R$ 35.462,22, Isso sem contar benefícios como o auxílio-alimentação e plano de saúde, é de cortar o coração. Até os gastos de R$ 20.000,00 que tinha com cartão de crédito vai ter que cortar, que coisa mais triste. Como pode um ser humano suportar tamanha humilhação, a Organização das Nações Unidas - ONU tem que tomar conhecimento dessa mancha nos direitos humanos. Estou em lágrimas ao ver a declaração desse pobre procurador, pois ninguém consegue acreditar como ele pode passar o mês com esse salário de fome que recebe, enquanto a maioria da população se esbalda com um nababesco salário-mínimo de R$ 998,00. Digo-lhes sinceramente que nem eu e nem a grande maioria de brasileiros desempregados, sairíamos de casa para ganhar esse insignificante salário de procurador, pois bom mesmo é viver com esse salário de marajá que é o salário-mínimo aqui na República de Bananas, que hoje é um verdadeiro luxo pra qualquer cidadão pois a grande maioria nem emprego...

DESABRIGADOS E ISOLADOS

Sem pensar nos benefícios aos frequentadores do Centro de Convivência do Idoso - CCI o governo volta a ameaçar o espaço com a famigerada PPP do Cave, uma manobra que foi abortada na gestão passada, por estar eivada de irregularidades. Até hoje o GDF não conseguiu justificar por que deseja tanto entregar uma área nobre ao empresariado que adora o Guará, sempre visando um grande ganho com a área supervalorizada por causa da localização privilegiada. Com isso jogará os idosos para outra área, que sequer foi determinada, deixando os usadões do Guará alvoroçados com a possibilidade de serem jogados lá no fundão, longe da pista, dificultando o acesso dos usuários ao novo CCI, cuja localização hoje é considerada ideal. A localização atual é apropriada para os idosos que frequentam as animadas tardes, onde podem dançar, conversar e curtir a companhia dos amigos em paz, que hoje é ameaçada com essa mudança para atender a ganância de empresários que pouco estão ligando para o bem- estar da grande população de idosos do Guará. O CCI hoje é um local onde muitos usam como terapia para a turma que enfrenta depressão, solidão e até Alzheimer, pois além de seguro é bem localizado, permitindo o...

LE COQ AU VIN

Estou aqui sentado me preparando para escrever o artigo semanal, olho para a garrafa de vinho barato ($17.855,54 o preço da garrafa de La Romanée Gran Cru, safra 2011) que está quase pela metade, mas jurei ao Caixa Preta que não tomaria o restante, aderindo ao boicote aos produtos franceses. O Caixa Preta é mais radical, não compra mais croissant, petit gâteau, roquefort, nada de foie gras e le coq au vin, aboliu tudo do dia a dia não quer nada que lembre a França de Macron. Champagne então, nem pensar! Até os filmes de Brigitte Bardot, Jean-Paul Belmondo, Jaques Tati e outros famosos ele está evitando assistir quando passa em algum canal de TV fechada. Música, ele foi radical, agora ataca de Wesley Safadão e mais um monte de outros pois, segundo ele, essa turma em matéria de talento supera Edith Piaf, Charles Aznavour, Sacha Distel, Mireille Mathieu e outros. Foi com esses delírios que resolvi abrir a discussão lá no Porcão tomando a nossa nacional canela de pedreiro (cerveja super gelada) que é barata e dá pra mandar pendurar. O velho Caixa, sempre pronto com as novidades na ponta da língua, resolveu iniciar com um assunto que parecia ter adivinhado o meu...

IRMÃO,AMIGO E CAMARADA

Nessa semana o Guará ficou mais pobre e triste, principalmente os que tiveram a honra e o prazer do convívio com o nosso valoroso amigo e companheiro de lutas por essa cidade que tanto amamos, o grande cidadão Sidrônio. Uma lacuna que dificilmente será preenchida, mas teremos sempre em nosso pensamento a lembrança dessa figura ímpar, que sempre nos acompanhou nessa jornada por um Guará melhor. As vezes demora a cair a ficha, mas quando nos deparamos com a morte de alguém nosso, na lembrança bate algum arrependimento e tristeza, isso não tem como evitar por mais preparado que esteja. Não conheço nada mais estranho e de difícil compreensão que o ser humano. Depois que nascemos, em vez de festejar cada dia que passamos sobre a terra, a nossa preocupação maior passa a ser a morte e isso nos acompanhará pelo resto da nossa vida. Então nossa rotina passa a ser brigar com os vivos e chorar e levar flores aos que morrem, numa contradição constante e imbecil. Não raro nos deparamos com vivos jogados na sarjeta, mas com preses nos despedimos pedindo um bom lugar para os mortos. Nos afastamos tantas vezes dos vivos, esquecemos de conversar com os presentes, mas na morte não...

TOP AUTHORS

Fashionize-se com Hiana
5 POSTS0 COMENTÁRIOS
Gente | Fátima Souza
5 POSTS0 COMENTÁRIOS
Guará Vivo | Joel
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
Avatar
1433 POSTS0 COMENTÁRIOS
Klecius Oliveira
7 POSTS0 COMENTÁRIOS
Poucas e Boas | Alcir
5 POSTS0 COMENTÁRIOS
socialseven
34 POSTS0 COMENTÁRIOS
Vanessa Castro
17 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisment -

Most Read

Cidade monitorada

Como parte da expansão do projeto de videomonitoramento da Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF), o Guará passa a contar com uma Central de Monitoramento...

Megaoperação policial no Guará neste fim de semana

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) preparou uma edição especial da Operação Quinto Mandamento pelos 52 anos do Guará, a partir desta sexta-feira (7)....

Guará, 52 anos de história

A CIDADE IMAGINADA ... A cidade do Guará surgiu em 1969 – começou a ser construída em 1967 - como uma solução de moradia para...
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com