TRANSPEQUI

166

Por falta de projetos, esse governo resolveu desenterrar algumas das ideias de Joaquim Bezerra de Ouro. A bola da vez é a famigerada Transpequi que é apresentada como a solução de mobilidade entre o entorno e o DF.
O primeiro projeto foi suspenso por suspeita de superfaturamento, hoje, ao custo talvez de R$10 bilhões, está despertando o interesse de empreiteiras e políticos para talvez garantir um futuro promissor a todos.
Essa obra, uma verdadeira obrada, pois de longe já fede pra cacete, deve se arrastar ao longo de décadas, tal qual a outra bomba chamada de Corumbá IV, lembram? Todo governo reativa, mas nunca termina. Um mistério maior que o assassinato de Ana Lídia, o dinheiro simplesmente é jogado no ralo e nada de conclusão, mas pra que se preocupar? Tudo sairá do nosso suado dinheirinho.
A conclusão do ramal Norte do metrô, talvez o gasto fosse menor e atenderia uma grande parte da população, talvez acabando com os diversos gargalos de mobilidade por aqui, mas como o objetivo não é esse pra que se preocupar?
Isso sem esquecer que o trecho onde pretendem que a Transpequi trafegue, é um trecho cedido a uma concessionária pelo governo federal, o que levanta algumas dúvidas quanto a implantação da mesma.
Então, chegamos a conclusão que quem mais lucrará com mais essa aventura, não será a população do DF, apenas os amigos do rei participarão desse lauto banquete.
O povo, bem, o povo como sempre é apenas um mero detalhe.

SHARE