Terracap vende mais lotes no Guará

Cidade é a que tem atraído mais compradores nas licitações

 A casa própria continua sendo um sonho para milhares de brasileiros. O déficit habitacional no país, por exemplo, chega a 7,7 milhões de imóveis, segundo dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Por isso, a educadora física Ana Paula Lima (35), prestes a realizar os planos de ter um lar e sair do aluguel, está tão feliz.

No fim de outubro, Ana  participou da licitação de imóveis da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), arrematou um lote no Guará II e, em breve, já pode iniciar a construção da residência. Maranhense, trará a mãe para morar com ela. “Agora, posso oferecer uma qualidade de vida melhor para ela”, diz.

Todos os meses, a Terracap publica editais de licitação de imóveis. É uma oportunidade para quem quer investir na compra de um terreno seguro, em áreas regularizadas e com a infraestrutura necessária para implantar um novo negócio ou para morar com qualidade.

Em novembro, são 102 imóveis disponíveis para venda, em todo o Distrito Federal. Águas Claras, Guará, Park Way são alguns dos destaques deste mês. Qualquer pessoa física ou jurídica pode participar do processo licitatório. O edital está disponível para download no site: www.terracap.df.gov.br

A Terracap continua ofertando lotes no Guará. A procura por um lote na Região Administrativa, como fez Ana Paula, continua alta. Tradicional bairro de Brasília, com mais de 50 anos de existência, e muito próximo ao Plano Piloto – a apenas 11km da Esplanada dos Ministérios -, o Guará desponta nos destinos mais procurados para morar pelas famílias brasilienses.

Somente em 2019, foram vendidos 93 lotes no local. Neste edital, são 15 oportunidades de terrenos unifamiliares, nas quadras 50 e 52 do Guará II, de 162 a 208m². Entradas a partir de R$ 11,2 mil.

Ainda na Quadra 50, há duas opções de lotes para implantação de atividades econômicas diversas, atendendo os setores do comércio e prestação de serviços, indústria e institucionais. Neste caso, os imóveis têm 900m², podendo ser construído até 3,6 mil m². A entrada mínima para ambos é de R$ 106 mil.

Os interessados devem anotar aos prazos: caução até dia 28 de novembro e licitação no dia seguinte, 29 de novembro. As condições de pagamento são: a partir de 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 15 anos, a depender do imóvel escolhido.

Há, também, projeções para o grande investidor. Em Águas Claras, por exemplo, há disponível um terreno de 900 m², mas com potencial de construção de 6,3 mil m². A característica é atrativa a grandes incorporadoras, uma vez que é permitida habitação coletiva no imóvel, além da implantação de um centro comercial na área coletiva do empreendimento. Com localização privilegiada, na Rua 24 Norte do bairro, o lote fica muito próximo ao metrô, em frente à Estação Águas Claras, e a 300 metros do Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (Uniplan).

Outra oportunidade de investimento é o terreno localizado na 208/209 Sul, área nobre da capital federal. O endereço também fica em frente a uma estação do metrô e tem 6,8 mil m².

A projeção de alto valor agregado está no coração de Brasília, o Plano Piloto, e atende a uma população de poder aquisitivo elevado, com demanda refinada de serviços. A renda domiciliar, segundo a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD), da Codeplan, é acima de R$ 15 mil.

SHARE