DE VOLTA AO BATENTE

Depois das festas de final de ano e do recesso, estamos de volta com as baterias recarregadas com muita cerveja, comida, festas, reuniões em família.
Tentei ler um bom livro, mas acabei desistindo pois tinha muita coisa escrita, tem gente por aí dizendo que livro com muita coisa escrita deve ser evitado sob pena de ficar um pouco mais culto ou passar a entender as coisas.
Do nada apareceu o Caixa Preta já gritando, querendo dar uma chegada lá no Porcão para colocar o papo em dia, principalmente o que está rolando aqui no Guará, onde a guerra já começou antes até que no Oriente Médio, basta dar uma olhada nos grupos de WhatsApp, é tiro pra todo lado.
O velho Caixa tirando um sarro disse que imaginava essa turma numa guerra de verdade, onde de cara a maioria iria todo dia telefonar pra casa dizendo que o sargento era bruto demais e só falava com a tropa aos gritos.
Reclamariam com certeza da comida do rancho pois são intolerantes à Lactose, Glúten sem contar com os veganos e vegetarianos, que fazem biquinho quando ouvem falar que algum ser humano adora churrasco, com carne pingando gordura e sangue.
Onde já se viu pagar apoio sem luvas ou tomar banho de água fria na frente de algum colega da tropa, pelado, muitos já entrariam em depressão antes de encarar a primeira batalha.
Tudo isso sem contar com os que morreriam tirando Selfie ou fazendo bico pra foto, muitos também cairiam com tiros na testa devido aos fones de ouvido, ainda teria os que jogaram muito War e Batalha Naval, por se acharem grandes estrategistas com toda certeza exigirão logo algumas estrelas no uniforme querendo ser reconhecidos como oficiais.
Todo mundo querendo mudar o Guará, que precisa e muito, mas o esforço esbarra sempre nas guerras de egos dentro do grupo.
Muito mimimi !!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Solve : *
24 ⁄ 1 =