MAIS APARTAMENTOS E COMÉRCIO NO GUARÁ II

Terracap coloca sete lotes ao lado do Edifício Consei à venda – três foram vendidos em maio. No chamado Centro Comunal II podem ser construídos prédios comerciais e residenciais de até nove andares

No próximo fim de semana acontece, no coração do Guará II, o São João do Guará. Mas, pode ser a última vez que a festa será realizada ali. A Terracap está concluindo a venda dos sete lotes na QI 33, no chamado Centro Comunal II, entre o edifício Consei e o residencial Vila Calábria. Três lotes foram vendidos na licitação de maio e os outros quatro estão incluídos no edital de licitação de junho, com abertura marcada para o dia 28.

O Centro Comunal está previsto desde a construção do Guará II. Mas, na época, sem demanda para tanto comércio, apenas o edifício Consei foi levantado, tornando-se uma referência comercial e arquitetônica na cidade. Os lotes estão registrados desde 1980, portanto, há 39 anos. A localização dos lotes passou por mudanças significativas, porque tiveram que ser adequadas à realidade atual. Novas ruas, recuos e a vegetação foram levados em conta para readequar os sete lotes do Centro Comunal.

Os três lotes da licitação de maio foram vendidos por R$ 3.9 milhões, R$ 4.8 milhões e R$ 5,2 milhões. Cada lote teve no mínimo seis propostas, o que mostra o reaquecimento do mercado imobiliário e a demanda por novas habitações no Guará.

Os quatro lotes restantes estão sendo oferecidos agora. Os lotes 1, 2. 3 e 6 tem entre 1,04 mil e 1,248 mil metros quadrados. O gabarito estipula o limite máximo de construção em 20 metros para a área, ou seja, oito andares e o térreo.

Há dois anos, a União vendeu dois lotes na QI 33, onde a empreendedora Paulo Octávio está erguendo um edifício residencial, com previsão de construir o segundo logo depois da conclusão do atual. Com os dois edifícios da Paulo Octávio e os sete que estão sendo licitados pela Terracap, a área central do Guará II deve receber cerca de mais 2 mil novos moradores.

Novo shopping

Em frente ao Guará, atrás do hipermercado Extra, na EPIA, um grande terreno também está sendo ofertado pela Terracap. São 72,8 mil m², com destinação para supermercado ou shopping center. Com localização privilegiada, próxima às principais vias de ligação entre a região sul do DF – EPIA Sul, EPNB e EPGU – e acessibilidade ao metrô e à rodoviária, a atividade implementada no endereço terá a garantia de grande tráfego de pessoas, e, consequentemente, alta demanda por comércio e serviços.

Veja o edital:

https://www.terracap.df.gov.br/uploads/edicts/5cffe702983a8.pdf

SHARE