Seu Estrelo e o Fuá de Terreiro, Boi do Seu Teodoro, Pé de Cerrado, Artetude e Grito de Liberdade na Casa da Cultura do Guará

I Mostra Cultura Candanga acontece dia 25 de agosto, das 17h às 22h, com entrada franca

Vem aí a I Mostra Cultura Candanga, uma realização do Grupo Cultural Pé de Cerrado e da Associação Cultura Candanga. No dia 25 (domingo), das 17h às 22h, a Casa de Cultura do Guará recebe os principais grupos de cultura popular brasileira que são elementos importantes na construção da identidade cultural da Capital.

A mostra leva ao público gratuitamente a arte do Boi do Seu Teodoro, da capoeira do Centro Cultural Grito de Liberdade, do Grupo Cultural Pé de Cerrado com participação do Circo Teatro Artetude e de Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro. O objetivo é de ressaltar que o Distrito Federal tem cultura própria e que as influências de todas as regiões do Brasil servem para enriquecer o cenário cultural local.  Uma diversidade que só é encontrada aqui.

“A primeira edição conta com grupo locais que possuem uma longa trajetória,  que transcendem classe social e faixa etária. Tem circo, teatro, música, folclore e muito mais. Decidimos fazer no dia 25, para também fazer uma referência ao Dia do Folclore (22), data importante de ser celebrada por nós”, comenta Pablo Ravi, do grupo Pé de Cerrado, um dos organizadores da mostra. “Quem já conhece, sabe que o raro momento de reunir todos esses grupos é incrível! Quem ainda não conhece, não pode perder a oportunidade de se surpreender e de se encantar!”, finaliza Ravi, deixando o convite ao público.

A I Mostra Cultura Candanga conta com apoio da Administração Regional do Guará, da Gerência de Cultura do Guará   e tem parceria da Black Tape e Circo Teatro Artetude.

 

Sobre as atrações

Boi do Seu Teodoro

Do Maranhão para Brasília, o Boi do Seu Teodoro é um dos mais importantes grupos de cultura popular do DF. Fixado na cidade de Sobradinho, o grupo tem como mestre Seu Teodoro Freire, maranhense que residiu no DF de 1961 a 2012, ano de seu falecimento. Em 2013, o Boi do Seu Teodoro completou 50 anos de tradição, que começou a se consolidar em 1963, com a Fundação da Sociedade Brasiliense de Folclore, hoje Centro de Tradições Populares de Sobradinho.

 

Centro Cultural Grito de Liberdade

Desde 1980, na Candangolândia, o grupo do Mestre Cobra, trabalha a capoeira perpetuando a história das culturas de matriz africana. Nessa época, a capoeira era marginalizada, sendo praticada às escondidas, no mato. De 80 a 90, Cobra treina com Mestre Rizomar. Em 1990, vai para Asa Norte estudar com Grupo Taboza de Mestre Fred. Cinco anos depois, segue para o Sol Nascente, com Mestre Romeu. Em 1994, começa a desenvolver seu trabalho no Riacho Fundo. Forma-se, então, o grupo de capoeira Grito de Liberdade.

Circo Teatro Artetude

O Circo Teatro Artetude é uma trupe que estuda e desenvolve a tecnologia para espetáculos de rua. O grupo, com mais de quinze anos de existência, conta com quatro espetáculos: Brincadeiras de Circo, Grande Circo dos Irmãos Saúde, Patralhões, A Ceita e Clownbaré (Show de variedade).

Em seu ônibus equipado com som, luz, cinema e picadeiro, que ora é camarim, ora é picadeiro, a trupe viaja por todo o Brasil. O Circo Teatro Artetude acredita no circo como instrumento para a construção de um pensamento novo, baseado em sentimentos como respeito, disciplina, confiança e perseverança. Sentimentos muito importantes para a formação de um cidadão capaz de contribuir para a formação de um mundo novo e sustentável.

 

 Grupo Cultural Pé de Cerrado Pé de Cerrado

O Grupo Cultural Pé de Cerrado, um dos realizadores da Mostra, nasceu no Guará. Em 20 anos de estrada, o grupo encarou a missão de formação de plateia para valorização da mais genuína cultura popular brasileira. As ações tiveram resultado: os guaraenses são apaixonados pelas manifestações da cultura popular e têm garantido lotação esgotada em todos os eventos.

Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro

Misturando teatro, tambor, música, batidas, brincadeira, samba pisado e muitas cores, o Seu Estrelo se enche de elementos característicos do cerrado e apresenta suas rodas pela cidade. A base fica por conta da tradição popular, como o maracatu e cavalo-marinho, sem deixar de fora a técnica e a presença do sagrado no chamado teatro de terreiro.

 

Serviço

I Mostra Cultura Candanga

Casa de Cultura do Guará

End: Guará II QE 25

Dia 25 de agosto, das 17h às 22h

Entrada franca

CI Livre

 

SHARE