Crianças da creche Santo Aníbal aprendem a arte das mandalas

Arteterapeuta Kéllen Klipel usa a criação de mandalas para estimular a coordenação, criatividade e possibilitar o autoconhecimento das crianças

A arte milenar das mandalas há muito vem sendo estudada e aplicada dentro do contexto terapêutico, por artistas, professores, terapeutas, psicólogos e psiquiatras. Isso porque, além de ser uma ferramenta poderosa de autoconhecimento, através da criação de uma mandala, revelamos aspectos inconscientes, assim facilitando processos de transformação positiva, fortalecimento emocional e empoderamento pessoal.

Criar mandalas estimula a criatividade, a imaginação e a intuição. Favorece o desenvolvimento da psicomotricidade fina das mãos e dos dedos, fomenta a atenção, a concentração, a paciência, a perseverança, a constância e a disciplina.

No Centro Socioeducativo Santo Aníbal Maria as crianças e adolescentes tem experienciado os benefícios da arteterapia com mandalas durante todo o último semestre, em oficinas que acontecem uma vez por semana na escola, com a terapeuta e arte educadora voluntária Kéllen Klipel.

No dia 05 de dezembro, ao longo do dia, acontece uma exposição das artes dos novos artistas da Santo Aníbal Maria.

SHARE