Parceria entre padrinhos e alunos do GG para melhorar desempenho no Enem

Cursinho BV Educação lança projeto para alavancar as notas dos alunos do Guará com a ajuda da comunidade

O professor e palestrante Bernardo Verano está preocupado com o desempenho dos alunos das escolas públicas do Guará, que provavelmente será severamente afetado pela atual pandemia de Coronavírus. “Além de estarem abaixo da média nacional, existe uma diferença grande entre as notas das principais escolas públicas do Guará com as escolas particulares no ENEM. A crise do Coronavírus agravará ainda mais a desigualdade entre a educação pública e privada”, revela o professor.

O estudo do Instituto de Economia Social (Inesc), mostra que, na pandemia, as escolas privadas adotaram rapidamente o ensino remoto planejado, enquanto as escolas públicas que já adotaram o sistema enfrentam dificuldades de adesão, de entrega do conteúdo e de avaliação. “Existe uma dificuldade de engajamento nas escolas do Guará na situação atual e dessa forma as médias do ENEM 2020 irão diminuir em relação ao ano de 2019, o que fará a regional ficar pessimamente classificada no certame de forma nacional”, continua.

Diminuir o abismo

Para melhorar o desempenho dos alunos do Guará no Enem, o professor, através de sua instituição, a BV Educação, concebeu o projeto Atitude Guará. “A ideia é diminuir as desigualdades entre jovens das escolas públicas e privadas que estão se preparando e irão prestar o Exame Nacional Do Ensino Médio (ENEM) em janeiro de 2021”, explica Bernardo.

Um levantamento no Centro de Ensino Médio 01 do Guará (GG) mostra que, em média, 60% dos alunos possuem acesso aos meios digitais, o que facilita qualquer intervenção para melhoria do estudo e a transformação do aluno em real candidato para o ano de 2020. Os alunos que possuem acesso aos meios digitais, em sua maioria, moram na Região Administrativa do Guará (RA X). São esses os alunos que o projeto Atitude Guará vai alcançar e auxiliar para o estudo

“Importante lembrar que o Enem é porta de entrada para praticamente todas as universidades federais, como a UnB, e para algumas estaduais. Além disso, o exame é critério para bolsas do ProUni, de faculdades particulares e para o Fies, programa de financiamento de mensalidades do governo”.

Os alunos

A direção do GG vai selecionar 90 alunos para participar do projeto. Os alunos serão escolhidos com base no rendimento acadêmico, frequência e interesse. Ou seja, alunos que estejam realmente dedicados a aprender e se dedicarão em mais uma atividade acadêmica para melhorar o desempenho no Enem. O curso BV Educação fará a captação dos padrinhos, empresários e pessoas físicas da comunidade, capazes de adotar financeiramente os alunos para a realização do projeto, resolvendo assim um dos problemas atuais dos alunos – a falta de recursos.

Estes alunos receberão aulas e monitorias pelo aplicativo Zoom, usando a metodologia adaptada de sala de aula invertida (flipped classroom), onde o aluno receberá material teórico, mapas mentais, para estudo e testes de conhecimentos básicos, online, que vão nortear o nível de partida. Com esse estudo prévio o estudante chega aos encontros presenciais com alguns conhecimentos estabelecidos e as aulas são divididas em dois momentos: explicação teórica e aprofundamento do conteúdo; e exercícios e metodologia de resolução ENEM.

Professor Bernardo Verano
Metas

“Uma de nossas metas é elevar a média ENEM 2020 do CEM 01 do Guará (GG) para a média 524,54, que foi a média nacional anual do exame em 2019. As projeções indicam que a média anual 2020 deve diminuir de forma geral, porém, com o projeto a tendência é elevar a média da escola comparando-se a situações sem pandemia”, explica Bernardo Verano.

O projeto visa se perpetuar para 2021 atendendo outras escolas públicas parceiras e um quantitativo total de trezentos alunos em modelo híbrido de ensino, ou seja, com aulas virtuais e presenciais, com plataforma de apoio do conteúdo, podcasts de debates e programa de rádio sobre temas da educação. O projeto Atitude Guará desenvolvido pela BV Educação tem como meta a médio prazo colocar as escolas públicas envolvidas em nível de excelência com notas gerais entre as primeiras no seu nível de gestão, e a longo prazo ajudar a colocá-las entre as cinquenta primeiras do Distrito Federal.

 

Como adotar um aluno

  • Cada bolsa custa R$ 357
  • É possível adotar quantos alunos quiser
  • Os padrinhos participam de várias ações de divulgação e de momentos com os alunos, em feiras, eventos e encontros
  • Para adotar basta acessar o site
  • bveduca.minhalojanouol.com.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Solve : *
19 + 11 =