MAIS DOIS TALENTOS GUARAENSES

Dois atletas de judô da Academia Corpo Arte são campeões em eventos internacionais

3744

Celeiro de destaques nas artes marciais, Guará está revelando mais dois atletas para competições nacionais e internacionais. Italo Rangel (14 anos) e Bianca Reis (13 anos) começam a despontar no judô de competição, inclusive com projeção internacional. Os dois foram destaques no Campeonato Panamericano Sub 15 – 2018, em Guayaquil (Equador), na semana passada. Além deles, outro talento guaraense, Bruno Leite (17 anos), foi campeão na sua categoria no Campeonato Brasileiro Escolar de Judô, em Natal, também em novembro passado. Os três atletas foram revelados pela academia Corpo Arte (QE 26 do Guará II) e treinados pelo professor Oswaldo Navarro, considerado um dos principais técnicos do judô de competição no Distrito Federal.
A própria academia Corpo Arte termina o ano como destaque do ranking da Federação Metropolitana de Judô (Femeju), como a mais pontuada de 2018, na somatória da pontuação de todas as conquistas de seus atletas. A academia guaraense ficou em primeiro lugar com 3.514 pontos, seguida da Espaço Marques, com 3.176 pontos, e o Sesi, com 1.218 pontos.
Para se destacar como atletas de ponta no judô, as duas revelações guaraenses treinam duro durante a semana. A rotina de treinos de Bianca Leite é de um treino às segundas e sextas, e dois treinos às terças e quintas. Tudo começou aos seis anos de idade, incentivada pelo pai, que queria que ela praticasse uma arte marcial e escolheu o judô. Ítalo Rangel, que pratica desde os oito anos de idade e treina de segunda à sexta, começou a praticar judô na escola em que estudava e depois passou a treinar com o professor Oswaldo Navarro na Corpo Arte.
Academia
formadora de atletas
A academia Corpo Arte é considerada a maior formadora de atletas de competição de judô do Distrito Federal. Nos cinco horários de turmas que dispõe são mais de 200 praticantes, não necessariamente atletas – existem turmas específicas para competidores. Oswaldo Navarro é auxiliado pela filha Gabriela Elias, formada em Educação Física e que chegou a ser também atleta de ponta do judô.
A Corpo Arte não apenas forma os atletas, mas procura viabilizar a participação deles em competições nacionais e internacionais, de acordo com Navarro. “Temos conseguido apoio do governo, através do programa Compete Brasília, mas os recursos disponibilizados nem sempre cobrem os custos. Para completar o necessário, promovemos rifas e corremos atrás de outros patrocinadores”, conta.

SHARE