LOBEIRAS – Mutirão de Arte, Cultura e Formação despede-se do Guará

A iniciativa d’As Caixeiras Cia. de Bonecas que aqueceu a cena cultural do Guará será encerrado dia 13 de julho

Letícia Fialho. Foto: Thais Mallon



Iniciado em março deste ano, o projeto LOBEIRAS – Mutirão de Arte, Cultura e Formação chega ao seu evento de despedida dia 13 de julho, sábado, na Praça de Moda do Guará II. Idealizado com o objetivo de valorizar as criações artísticas feitas por mulheres, o LOBEIRAS movimenta uma importante rede de artistas criadoras de diferentes Regiões do DF e atuantes em várias áreas culturais.

Com a realização dos três eventos e das seis oficinas de formação de novas artistas, terão passado pelo projeto mais de 110 profissionais da cultura. A expectativa de público, que era de 1,4 mil pessoas, deve ser ultrapassada por conta do interesse e frequência crescente dos moradores do Guará, RA do DF que tem abrigado todas as ações do LOBEIRAS.

Para fechar a programação do projeto, As Caixeiras Cia. de Bonecas, companhia feminina de atrizes especializada em Teatro de Lambe-Lambe e idealizadoras da iniciativa, convidaram um time especial de fazedoras de cultura. Abrindo a programação, às 17h, uma mostra com os resultados das oficinas de teatro de animação, performance e dança e percussão africana.

Em seguida, Anasha Gelli apresenta o espetáculo A Moça Redonda, às 18h30, que precede um Sarau de Poesias com as poetas Cristiane Sobral, Noélia Ribeiro e Conceição Targino. A programação continua com os espetáculos de bonecos Este Conto Não é Meu, da Cia. Trapusteros Teatro, das Caixeiras, Caixa de MitosAtaque de NervosA Mensagem e Priscila, a Perereca, ePastana, da lambelambeira convidada Izabela Nascente.

E o LOBEIRAS se despede com música, às 20h40, ao som da DJ Tâmara Maravilha e do show de Letícia Fialho e Banda. E a tarde e noite, de evento, a exemplo dos dois primeiros, acontecem com a presença da Rede Pequi de artesãs empreendedoras, uma iniciativa feminista de comercio justo, solidário e que incentiva o consumo ético.

Para Amara Hurtado, integrante d’As Caixeiras Cia. de Bonecas, o Lobeiras “foi um projeto que deu visibilidade a arte feita pelas artistas de Brasília e que possibilitou compartilhar os percursos criativos de cada uma entre nós e com o público. Para as Caixeiras é uma honra dividir o palco com tantas mulheres e com uma variedade significativa de linguagens e estilos. Finalizamos o projeto felizes com vontade de continuar promovendo essas trocas e levar arte para as praças das nossas cidades”.

 

LOBEIRAS – Mutirão de Arte e Cultura e Formação
13 de julho de 2019
Praça de Moda do Guará II das 17h às 22h
Entrada franca
Livre para todos os públicos e idades.

 

Programação:

17h às 22h: Feira de artesanato da Rede Pequi

17h às 18h30: Mostra de resultados de oficinas: Teatro de Animação, Performance e Dança e Percussão Africana

18h30: Espetáculo “A Moça Redonda”, de Anasha Gelli

19h30: Sarau de Poesias com Cristiane Sobral, Noélia Ribeiro e Conceição Targino

20h: Espetáculo “Este Conto Não é Meu”, da Cia. Trapusteros Teatro

20h30 às 21h30: Teatro Lambe-Lambe, d’As Caixeiras Cia. de Bonecas e Izabela Nascente

20h40: DJ Tâmara Maravilha

21h: Show de Letícia Fialho e Banda

 

Ficha técnica:

Idealização e realização: As Caixeiras Cia. De Bonecas (Amara Hurtado, Jirlene Pascoal e Mariana Baeta)

Gestão: Jirlene Pascoal

Coordenação de produção: Mariana Baeta

Coordenação de comunicação: Amara Hurtado

Produção executiva: Francisco Pessanha

Designer: Ilha Design – Maíra Zannon

Assessoria de imprensa: Território Assessoria de Comunicação

Mídias sociais: Jenny Choe e Deborah Minardi

Foto: Tatiana Reis

Vídeo: José Luiz Azevedo

Assistentes de produção: Ana Luiza Baeta, Hiago Pessanha e Victor Hugo Azevedo

 

SHARE