Guará pode ser a primeira cidade inteligente do DF

Uma iniciativa do deputado Delmasso quer transformar a cidade em um local de teste, ou sandbox, para novas tecnologias urbanas

As cidades do Distrito Federal têm crescido com a influência dos diversos fatores que fazem parte da vida urbana, mas, o Distrito Federal tem a responsabilidade de gerir esse crescimento em busca de uma melhor organização do espaço urbano. Pensando nisso, o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (PRB) tem feito esforços para convencer o governador, Ibaneis Rocha, a tornar o Guará a primeira cidade inteligente do Centro-Oeste.

Delmasso já destinou R$31 milhões de reais em emenda parlamentar para diversas áreas, como segurança, com R$1 milhão e 300 mil reais para a instalação de câmeras de videomonitoramento integrado com o Batalhão da Polícia Militar da cidade. Para que o projeto da Cidade Inteligente comece pelo Guará, o parlamentar enviou o ofício 499/2019 ao governador, pedindo para que a cidade se torne um território Sandbox, que seria um território livre de regulamentação para testes de tecnologia.

 

Sandbox

O conceito do Sandbox é bem parecido ao de criar uma máquina virtual. Esse método é considerado um tipo de virtualização. Mas no caso da cidade inteligente, o foco é utilizar a tecnologia para promover o bem-estar dos moradores, o crescimento econômico e, ao mesmo tempo, melhorar a sustentabilidade.

Uma das soluções, por exemplo, é melhorar a eficiência da iluminação pública e, ao mesmo tempo, reduzir os gastos com uma plataforma que integre múltiplos sensores e a Internet das Coisas. Custando até 38% dos investimentos em serviços públicos, a iluminação pode ser feita com o uso de sensores, que transformam luminárias LED em dispositivos inteligentes.

Outra possibilidade a curto prazo é o uso de compartilhamento de carros elétricos no Guará. O serviço já funciona com sucesso em vários locais do mundo, mas ainda não chegou à Brasília.

 

ABDI

Como vice-presidente da Câmara Legislativa, Delmasso cuida da área de tecnologia da Casa e acredita que o DF pode ser referência. “ Em breve o Guará vai se tornar a 1ª Cidade Inteligente do Centro-Oeste. Vamos tornar o Distrito Federal uma referência de inovação. ”

O projeto da Cidade Inteligente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) inclui o compartilhamento de veículos elétricos, projeto de business intelligence — que é um conjunto de estratégias para a CLDF, trazendo mais transparência e agilidade à produção legislativa, e câmeras de reconhecimento facial em locais de grande circulação.

O líder de Novos Negócios da ABDI, Marcus Deois, falou da importância de investir na tecnologia dentro das cidades. “A ABDI tem um projeto incrível em parceria com o Parque Tecnológico de Itaipu. Criamos uma vitrine viva de tecnologias e serviços convergentes com os conceitos de Cidades Inteligentes conhecidas pelo mundo. A iniciativa proposta pelo deputado Delmasso é ótima! Traremos a publicidade necessária para que todos os prefeitos e governadores do Brasil invistam tempo e recurso para que nossas cidades possam se adaptar o mais rapidamente possível às novas necessidades”.

SHARE