Aceleradas obras de drenagem e pavimentação em condomínios do Guará

Governo está investimento mais de R$ 11 milhões para deixar condomínios prontos para regularização

Retomadas no dia 3 de junho, as obras de infraestrutura no Lote 2 do Setor Habitacional Bernardo Sayão, que envolvem os condomínios horizontais Guará Park, Bernardo sayão (abaixo do Polo de Moda) e Iapi,  seguem em ritmo acelerado, segundo cronograma estabelecido pela Secretaria de Obras. De acordo com o secretário Izidio Santos “a meta é aproveitar o período de estiagem para avançar. Estão sendo realizadas obras de drenagem e pavimentação em locais importantes da cidade. Queremos proporcionar conforto e dignidade aos moradores da região”.

Dividida em cinco lotes, as obras no Setor Habitacional, até o momento, tiveram serviços realizados em três lotes (2, 3 e 4), totalizando uma execução de cerca de 5%. No momento, apenas o Lote 2 está em obras. No local estão sendo investidos R$ 11,7 milhões para a execução de 3,3 km de redes de drenagem pluvial, 5,9 Km de pavimentação asfáltica, além de 19 mil m² de calçadas.

SOBRE A OBRA

As obras de urbanização no Setor Habitacional Bernardo Sayão, no Guará, incluem a execução de 19 km de rede coletora de águas pluviais e 55 km de pavimentação asfáltica, calçadas e meios-fios, além de lagoas de detenção de lançamento, num investimento de R$ 56 milhões, com recursos da Caixa Econômica (95%), por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com contrapartida do GDF (5%). O valor final foi 35% menor do que o inicialmente previsto na licitação.

Os serviços tiveram início em 2017 e a previsão é de que sejam concluídos em 2021. As obras de urbanização de todo o setor, que tem uma área territorial de 354,74 hectares, irão beneficiar aproximadamente 40 mil pessoas e terão um impacto na economia do Distrito Federal, gerando cerca de 130 empregos diretos e outros 350 indiretos.

 

 

SHARE