Caesb vai fechar o escritório do Guará

Com atendimento pela internet, todos os serviços presenciais serão concentrados na Asa Sul

Falta menos de um mês para vencer o contrato de aluguel da Caesb em um prédio na QE 13 do Guará e a companhia não manifestou interesse em renová-lo. A expectativa é que o atendimento do Guará e Estrutural seja concentrado em um novo espaço na Asa Sul, mesmo com a média de 1500 atendimento no Guará por mês. A política da empresa de intensificar os serviços prestados pela internet vai reduzir a necessidade de atendimentos presenciais e, consequentemente, o número de agências.

Serviços online

Quitar débitos de água e esgoto pela internet permitiu aos clientes da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) retomar os serviços de água que estavam suspensos, por falta de pagamento. O débito pode levar inclusive ao protesto dos títulos junto ao cartório de notas. Desde agosto do ano passado, a Companhia encaminhou aos cartórios 160.936 faturas que estavam em aberto há mais de 60 dias, em um valor total de R$ 98 milhões.

Com o parcelamento ou a quitação dos débitos, a empresa recuperou R$ 39 milhões. À vista foram pagas mais de 35 mil contas, no valor de R$ 9,4 milhões. Diariamente são enviadas para o cartório de protestos cerca de 2.700 contas de água e esgoto sem pagamento.

O cliente pode negociar as contas em aberto pelo site www.caesb.df.gov.br, via Autoatendimento. Os consumidores que desejarem ir até um dos 13 escritórios ou dos cinco postos “Na Hora” devem procurar aquele correspondente a sua localidade, lembrando que os Escritórios Regionais não recebem pagamento de contas. Para o parcelamento de débitos, o consumidor deve levar cópia e original dos documentos pessoais e dos documentos de propriedade ou posse do imóvel.

Caso o consumidor tenha dúvidas quanto à autenticidade do boleto bancário enviado pelo cartório, deve entrar em contato pelo telefone 115.

 

SHARE