Governador confirma complexo hospitalar no Guará

Em entrevista à TV Record, Ibaneis Rocha diz que o saldo de 2019 foi positivo, mas ressaltou as dificuldades que teve para fazer a máquina girar

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou a construção de mais um hospital. O Complexo Centro-Sul será instalado no Guará, terá 400 leitos e está em fase de elaboração da licitação. O objetivo é reduzir o déficit no atendimento hospitalar da rede pública, que há anos não recebe ampliação significativa.

O chefe do Executivo brasiliense fez um balanço de sua gestão na estreia do jornalista Guilherme Portanova na bancada o DF No Ar. Ibaneis respondeu às perguntas do apresentador e da população sobre áreas sensíveis, como Saúde, Educação e Infraestrutura, e destacou a expansão do viaduto da EPTG/EPCT, que está 85% pronto e vai beneficiar 135 mil motoristas que trafegam naquela via.

Ao longo da entrevista, Ibaneis fez um desabafo: “No primeiro semestre, eu tinha muita dificuldade e muitas dúvidas com os resultados, porque a máquina administrativa é muito complicada de fazer andar. Com muita força dos meus secretários e administradores, conseguimos colocar isso nos trilhos. E os resultados estão aparecendo nas mais diversas áreas. O resultado é muito positivo nesse primeiro ano de governo, em que trabalhei com um orçamento que foi aprovado pelo governo anterior, cujas as prioridades eram outras. Com a casa arrumada, para 2020, vamos avançar mais e a população vai sentir isso”.

Saúde
Ibaneis disse que espera reduzir as filas de espera da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) até o próximo ano. Durante a entrevista, Portanova levantou o dado de que, hoje, são 71 pacientes aguardando leito na UTI. Para tenta zerar esse déficit, Ibaneis afirmou que abrirá mais de 150 leitos em unidades hospitalares do Distrito Federal.

O governador disse ainda que já começou a reformar vários hospitais públicos. O primeiro a ser concluído foi o de Santa Maria, que ganhou mais oito leitos. “Pegamos a Saúde do Distrito Federal num estado bastante crítico. Assumimos as UPAs e hoje estão todas reformadas”, destacou.

Sobre o Hospital do Gama, pergunta de um telespectador, o governador respondeu que é uma das unidades que mais recebe atenção do governo. Destacou que houve recentemente um vazamento de água, mas que já foi consertado em tempo recorde e que as salas de cirurgias, que estavam fechadas, foram reabertas neste governo.

Segundo Ibaneis, o hospital será um dos beneficiados com o investimento de R$ 40 milhões que a pasta deve receber ainda este ano. “A unidade hospitalar estava sem contrato de manutenção, mas o governo atual conseguiu fazer outra licitação não só do Hospital Regional do Gama, como de toda a rede”.

SHARE